Santander atende reivindicação e ampliará licença paternidade

Bancários avaliam proposta do Bradesco sobre teletrabalho
10 de setembro de 2020
Sindicato convoca bancários do BANCO BRADESCO para assembleia virtual entre os dias 11 e 12 de Setembro de 2020.
10 de setembro de 2020
Mostrar tudo

Santander atende reivindicação e ampliará licença paternidade

A partir de janeiro, funcionários do banco terão direito à 28 dias de licença

O Santander comunicou à Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) que, apesar de não ter sido clausulada na Convenção Coletiva de Trabalho da categoria, a partir de janeiro de 2021, atenderá o que os trabalhadores pediram no parágrafo 4º do artigo 85 da minuta de reivindicações da categoria no que diz respeito à ampliação da licença paternidade.

A reivindicação é para que fosse assegurado ao empregado pai a ampliação da licença paternidade pelo prazo de 25 (vinte e cinco) dias. Mas, devido a uma determinação da matriz, o banco concederá, em todos os países onde atua, a licença paternidade de 28 dias.

A luta histórica dos Sindicatos é para que os pais tenham o mesmo tempo de licença concedido às mulheres. Acreditamos na responsabilidade compartilhada e, além disso, a ampliação da licença também aos pais pode ajudar a combater a discriminação que existe com as mulheres.

Curso obrigatório

Para fazer jus à licença paternidade de 28 dias, o bancário deve concluir o curso de paternidade responsável. O curso é oferecido gratuitamente pelo SUS. Caso ainda tenha dúvidas, o trabalhador interessado deve entrar em contato com o sindicato para obter mais informações sobre o curso. whatsapp 16 99635.2121 – sindicato@bancariosribeiraopreto.com.br