Justiça do Trabalho reconhece direito de greve na Caixa e manda devolver valores descontados

Live debate hoje Saúde Caixa
13 de julho de 2021
Empregados fazem abaixo-assinado por manutenção de modelo de custeio sustentável para o Saúde Caixa
14 de julho de 2021
Mostrar tudo

Justiça do Trabalho reconhece direito de greve na Caixa e manda devolver valores descontados

A decisão da Justiça do Trabalho, além de reconhecer a legitimidade do movimento e manda a Caixa devolver os valores descontados de cada um dos bancários.

O Sindicato dos Bancários de Ribeirão Preto e Região conquista vitória em ação coletiva, para que a Caixa devolva valores descontados do salário dos bancários que cruzaram seus braços no dia 27 de abril de 2021.

A paralisação foi para mostrar à Caixa o descontentamento dos bancários com o descumprimento do acordo coletivo, ao pagar PLR em percentual abaixo do negociado em Acordo Coletivo, bem como por melhores condições de trabalho, pela inclusão dos bancários no Plano Nacional de Imunização – especialmente àqueles da linha de frente no atendimento à população durante a pandemia – e contra a privatização da Caixa Seguridade.

O TST, na decisão que reconheceu o direito de greve para a categoria, conforme prevê a Lei nº 7.783/89, exigiu que fossem mantidos pelo menos 60% dos bancários trabalhando, ordem essa respeitada pelos trabalhadores.

“Não há que se falar em desconto de salário e nem reflexos funcionais dos trabalhadores que aderiram ao movimento”, reforça Neto, diretor jurídico do sindicato.

A decisão da Justiça do Trabalho, além de reconhecer a legitimidade do movimento e manda a Caixa devolver os valores descontados de cada um dos bancários.